[RESENHA] Bergdorf Blondes

Título: Bergdorf Blondes
Autora: Plum Sykes
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 294

Sinopse
“Bergdorf Blondes”, sucesso em todo o mundo, injetou sangue novo, ou melhor, champanhe francês na chamada chic lit (ou “literatura para mulherzinhas”).
‘Bergdorf Blondes’ são aquelas incríveis garotas que têm personal shopper, são adeptas do Indoor Bronze, pegam caronas em jatinhos particulares e correm incessantemente atrás de um noivo ricaço. Mas será possível encontrar o amor numa cidade em que a felicidade é ser convidada para uma ultra-secreta liquidação de jóias da Van Cleef & Arpels?
Com um olhar de quem freqüenta as altas-rodas, Plum Sykes faz de “Bergdorf Blondes” uma moderna e afiada sátira social estrelada por “uma garota em forma de bolha de champanhe” que quer encontrar um amor de verdade… e, quem sabe, também comprar o último modelo de jeans Chloé.

Resenha
Ok, vamos lá. Não odiei o livro, de forma alguma, mas ele não me prendeu. Li o livro alguns anos atrás. Comecei em… Junho, se não me engano, e abandonei, mas lá pra Dezembro eu olhei pra ele e resolvi finalmente terminar.
O livro foi escrito por Plum Sykes, que trabalha na Vogue dos EUA. Ou seja, você vai ler uma história sobre a High Society de lá. Vi muita gente reclamando que a nossa realidade era completamente diferente e tudo mais, e que não havia gostado. Por que? Quero dizer, ok, sim, é diferente da nossa sociedade mas por quê odiar o livro só por isso? Não é pra isso que livros existem? Eu não quero ler um livro sobre a minha vida, meus dramas. Quero ler pra me distrair, então ok, tudo bem ser sobre uma realidade diferente. É considerado um livro fútil, mas é apenas um livro, qual o probleeeema amig@s? É vontade de parecer cult e não querer ler livros assim? Pois eu vou contar pra vocês: existe crítica da autora, no fundo. Se parar pra ler sem má vontade e sem preconceito vocês vão encontrar!
A personagem principal é “moi”(eu, em frânces), apenas isso, e tem uma melhor amiga, chamada Julie. O Brasil é citado inúmeras vezes, quando referente a sexo (ok, sério? obrigada, carnaval, pela visão que vocês fazem com que nós tenhamos!). A história se baseia em namorados, noivos, champagne e marcas. O único problema que eu encontrei é que a autora se perde um pouco do meio para o final (talvez por isso eu tenha abandonado o livro no meio). Se ela tivesse a história um pouco melhor na cabeça, ou feito algo diferente, as críticas fortes provavelmente teriam mudado completamente. Comprei em um sebo por R$15,00 e não me arrependi. 😉

Ah, veja esse post e outros no meu blog literário Meg Cabot Br 😉

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s